17 de ago de 2011

DEPILAÇÃO



Olá meninas!

Desculpem por ter ficado tanto tempo afastada do blog, mas é que mudei de emprego e a minha vida mudou um pouco desde então.
Tenho levado umas coisas para estudar em casa, e sem tempo para a internet.
Hoje, estava lendo uma matéria interessante sobre DEPILAÇÃO e achei que valia à pena compartilhar com vocês. Por isso copiei a matéria na íntegra (claro que com a fonte para os devidos créditos - rs).
Confesso que ficarei mais atenta aos cuidados com a minha pele... especialmente das pernas que no meu caso são as que mais sofrem.

Depilação com lâmina
Laura Folgueira - 16 de Aug de 2011, 8:36 PM UTC


Não há dúvidas de que a depilação com lâmina é o método mais prático e mais barato para se adotar, especialmente em momentos de pressa ou quando surge aquele convite de última hora para ir à praia, por exemplo. Mas o que pouca gente percebe é que não vale fazer essa depilação de qualquer jeito – é preciso seguir alguns cuidados básicos para ser bem-sucedida e ficar com a pele lisa por mais tempo e, o mais importante, livre de infecções.

A dermatologista especializada em medicina estética Luciana Hitomi derruba o mito de que raspar os pelos do corpo faça-os crescer mais grossos. “Isso é mentira. O que acontece é que os pelos são cortados pela haste, onde a espessura é maior. Por isso temos a impressão de que nascem mais grossos”, explica. Por isso, para a pele continuar lisa por mais tempo, não tem jeito: é preciso manter a depilação num período pouco espaçado, de cerca de três a quatro dias.

Os cuidados necessários incluem a limpeza correta antes da depilação. “É preciso limpar o local com sabonete e água morna para abrir os poros e, depois, enxaguar com água fria”, diz Luciana. A dermatologista ainda ressalta que, na hora de se secar, não se pode friccionar a pele com a toalha – para evitar os temidos pelos encravados.

E na hora de comprar a lâmina, como escolher entre tantas opções e marcas? Luciana explica: “Quanto mais lâminas, mais suave a depilação, já que será necessário usar menos pressão”. Logo, diminui o risco de irritação da pele, especialmente as mais sensíveis. Não esqueça, também, de enxaguar bem as lâminas, para não acumular pelos. “Ela também deve ser agitada para não acumular água, e não pode ser seca com toalha, para não danificar o corte.”


A lâmina pode ser usada em quase todos os tipos de pele, mas é melhor evitá-la se você a tem muito seca ou sensível. “Esses tipos são mais propensos a cortes e irritação”, explica Luciana. E, em todos os casos, é sempre bom lembrar que uma lâmina oxidada pode causar alergia por níquel. Por isso, compre os tipos que têm a fita indicadora de quanto ela está gasta. E nunca use além do tempo.
Quatro dicas para a depilação com lâmina:


- Opte sempre por marcas que tenham mais lâminas e uma fita que mostra o quanto ela está gasta. Nunca use por mais tempo do que o recomendado.

- Depois de usar, limpe bem as lâminas, retirando os pelos, e balance-a para secar.

- Antes de raspar os pelos, limpe a área com sabonete neutro e água quente. Enxágue com água fria.

- Tem a pele muito seca ou sensível? Evite depilar com lâmina, já que ela pode ocasionar pequenos cortes e irritações.

Fonte: http://custom.yahoo.com/depilacao/article/depilacao-com-lamina-351
Data: 17/08/2011