29 de jan de 2012

Testei: Perfect Cover B.B. Cream da Missha

Oi pessoal!!!

Hoje trago uma resenha do meu primeiro B.B. Cream, o Perfect Cover da Missha! 
Primeiro, para quem não sabe, eu gostaria de comentar que os Blemish Balm Creams ("bálsamos para imperfeições"), mais conhecidos como B.B. Creams, começaram a ser utilizados na Alemanha para tratar a pele do rosto após procedimentos como peeling, laser ou microdermoabrasão. Era um tipo de produto cuja função era tratar e proteger a pele, cobrindo a vermelhidão ou possíveis marcas e manchas. Os B.B. Creams foram difundidos na Ásia há alguns anos, principalmente na Coréia, onde ficaram famosos após algumas atrizes coreanas revelarem usá-los. Eles foram ganhando mais propriedades (por exemplo anti-rugas, anti-acne, anti-manchas etc.) e afinal acabaram tornando-se uma espécie de creme tudo-em-um! Aos poucos eles têm ganhado fama aqui também no Ocidente, sendo muito utilizados no lugar da base de maquiagem ou simplesmente como um hidratante com cor e proteção solar.
Existem várias marcas de B.B. Cream, cada uma com vários tipos (com propriedades diferentes e para os distintos tipos de pele). As mais famosas são as asiáticas, como Missha, Skin79, Baviphat, Etude House, Skinfood, Lioele, Dr. Jart, BRTC, Hanskin etc. No ano passado a Garnier também lançou sua versão de B.B. Cream, que aqui na Espanha chama-se "Perfeccionador Prodigioso" e vem em dois tons (um claro e um médio), mas há quem diga que não é a mesma coisa que os B.B. Creams asiáticos. Eu ainda não experimentei o da Garnier, então não posso opinar!
Bem, depois de muita indecisão e de muito pesquisar, acabei optando pelo Perfect Cover da Missha, já que a marca é uma das mais famosas (é coreana e tem várias opções) e vi bons comentários acerca desse B.B. Cream, que me parece ser um dos mais conhecidos aqui na Espanha. Fora isso, ele tem as características que eu estava buscando: alto FPS (FPS 42 P+++) e propriedades branqueadoras e anti-manchas (já que eu tenho sardas e sensibilidade ao sol). Além do mais, ele é anti-rugas, oferece uma boa cobertura, unifica o tom da pele e está disponível em mais tons do que a maioria dos B.B. Creams (geralmente só há um ou dois tons disponíveis)!

A questão dos tons disponíveis pode limitar um pouco as opções de B.B. Cream para algumas pessoas, já que as marcas asiáticas oferecem poucos tons, sendo estes bem claros, próprios para a pele oriental. O Perfect Cover da Missha é um dos que dispõem de mais tons; são quatro: #13 Milky Beige, #21 Light Beige, #23 Natural Beige e #31 Golden Beige (sendo este último mais difícil de encontrar). Eu escolhi o meu no tom nº 23 e ele serve pra mim. É importante ter em conta também que os B.B. Creams, depois de alguns minutos da aplicação, se assentam e se adaptam um pouco ao tom da pele.

Outra vantagem do Perfect Cover é que ele está disponível em dois tamanhos: de 20ml e de 50ml (este último com aplicador estilo pump). Eu resolvi comprar o menor mesmo para experimentar primeiro e achei a embalagem bastante prática também. Não se desperdiça produto, porque não sai muito de vez se você não quiser.
Outro detalhe é que ele é indicado para todos os tipos de pele, inclusive a propensa à acne. A minha pele do rosto é mixta e ele fica bem em todas as áreas do rosto. O Perfect Cover dura até 12 meses depois de aberto, que é a média das bases de maquiagem.

Minha opinião: Achei esse BB Cream super fácil de aplicar (eu o aplico com os dedos limpos) e notei que ele realmente unifica o tom da pele, cobrindo manchinhas e a vermelhidão (eu geralmente tenho zonas avermelhadas no rosto, como o nariz por exemplo). É bom para dar um aspecto melhor à cara, sabem? A cobertura não é das mais altas, mas é boa. Eu diria que a cobertura é de média a média-alta com efeito natural, que pra mim tá ótimo! Acho que o resultado é melhor quando a pele é previamente hidratada, especialmente as zonas mais secas. O Perfect Cover também consegue diminuir os poros (eu tenho poros abertos no nariz e ao redor dele). No meu caso, não sinto necessidade de matificar a pele com pó depois, mas se vou ficar muito tempo fora, passo um pouquinho de nada de pó translúcido com pincel só na zona T, que é mais oleosa, só para garantir mesmo! rs Mas acho que realmente não há necessidade (talvez só se sua pele for oleosa, se você for passar muitas horas fora ou se faz muito calor). É importante indicar também que moro numa cidade seca, onde é mais difícil suar que numa cidade úmida. Esse produto não me causou nenhuma espinha, nem me deixa com sensação pesada, de máscara.

Voltaria a comprá-lo? Sim, mas também tenho vontade de experimentar outros B.B. Creams! rsrs Eu recomendo! Praticamente já substituí a base de maquiagem pelo B.B. Cream, porque acredito que é melhor pra pele e o resultado é bem satisfatório! Usando só ele e um pouco de blush, a pele já fica ótima! =)

Atenção: Como qualquer base de maquiagem ou hidratante com cor, é necessário demaquilar a pele com seu demaquilante habitual antes de dormir!

E você, já experimentou algum B.B. Cream? Qual? Recomendaria?
Gostou da resenha? Comente!

Bjoss!!